Glossário

Glossário

ABIMÓVEL – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário.

ABIPA – Associação Brasileiras das Indústrias de Painéis de Madeira.

ABIPLAR – Associação Brasileiras das Indústrias de Pisos Laminados.

ABRAFATI – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas.

BACEN – Banco Central do Brasil.

BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

BM&FBovespa – Bolsa de Valores de São Paulo.

CAGR – Taxa composta de crescimento anual.

CBLC – Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia.

CMN – Conselho Monetário Nacional.

CETIP – Câmara de Custódia e Liquidação.

Companhia ou Eucatex – Refere-se à Eucatex S.A.

CVM – Comissão de Valores Mobiliários.

EBITDA – Reflete o lucro bruto antes das receitas e despesas financeiras líquidas, do imposto de renda e da contribuição social, das depreciações e amortizações. O EBITDA é utilizado como uma medida de desempenho pela administração da Companhia e não é uma medida adotada pelas Práticas Contábeis Brasileiras ou Americanas, não representa o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como um substituto para o lucro líquido, como indicador do desempenho operacional da Companhia ou como substituto para o fluxo de caixa, nem tampouco como indicador de liquidez.

FSC – Forest Stewardship Council®.

IFRS – International Financial Reporting Standards.

ISO – International Organization for Standardization.

MDP – Medium Density Particleboard ou Painel de Partículas de Média Densidade.

MDF – Medium Density Fiberboard ou Painel de Fibra de Média Densidade.

T-HDF – Thin High Density Fiberboard ou Painel de Fibra Fino de Alta Densidade.

Regulation S – Regulation S do Securities Act.

Rule 144A – Rule 144A do Securities Act.

SCS – Scientific Certification System.

SEC – Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos.

Securities Act – Securities Act de 1933 dos Estados Unidos, conforme alterado.

US GAAP – Práticas contábeis geralmente aceitas nos Estados Unidos.

Última atualização em 16 de Outubro de 2014